Página melhor visualizada nos formatos Bêbado ou Alterado Por Substâncias Psicotrópicas

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Contratos e garrafas.

Olá crianças!
Como vão as coisas deste lado do Missouri?
Só preciso dizer uma coisa: As coisas mudam!
As coisas mudam e somos contratados.
As coisas mudam, somos contratados e ficamos com pouco tempo pra nós mesmos...
Mas nunca nos esquecemos dos nossos amiguinhos leitores!
Agora tenho uma hora de almoço!
Então continuo com tempo para fazer posts cheios de absurdos. (demoro, mas apareço!)
E vamos ao que interessa...
Senta que lá vem história!




Memória de bêbado não tem dono.

A cada passo cambaleante que dava, Carl Phillips se dava conta de que estava em algum lugar diferente de seus habituais... (Com quase certeza que seria um banheiro devido a presença de uma privada.)
Mais e mais sua consciência voltava, com uma grandeza inversamente proporcional a sua dor de cabeça, fazendo com que sons, antes só perceptíveis para caninos, o afetassem de maneira estrondosa.

Resolvendo sentar-se de maneira involuntária, Carl tentou refazer seus passos:

- Eu estava no trabalho, cuidando dos meus assuntos... Faltava coisa de meia hora para o final do expediente.
- O celular tocou, era o Barriga. "Opa! O que você acha de irmos tomar algumas cervejas?"
- Eu aceitei, busquei o Barriga no metrô e fomos para o nosso bar da época da faculdade.
- Encontramos os outros caras da época no bar, menos o Tetinha que passou por uma vasectomia cerebral.
- Pedimos duas cervejas, depois mais quatro, depois duas.
- O Torresmo levantou. "Eu gostaria de propor um brinde! Eu vou ser pai!"
- Todos brindamos e bebemos. Pedimos mais uma garrafa para comemorar... (Mal sabíamos que ele só seria pai em sua partida de The Sims... Deveríamos ter lembrado que ele nem casado é...)
- O Cabelo sugeriu que fossemos para outro lugar... Fechamos a conta e fomos embora...
- Não me lembro dos momentos seguintes no carro. Só de algo relacionado com um sopro forte, como algum aparelho ou algo do gênero...
- Estávamos em uma balada. O Cabelo me trouxe uma bebida... (Tive impressão de ter um gosto estranho)
- Já tinha perdido a noção do tempo... Mas entre algumas bebidas e outras mais vi uma mulher linda.
- Me aproximei dela, foi até que muito fácil...
- Saímos de lá e fomos para o motel...
- E estou olhando para o espelho com cara de acabado... Caí no chão e estou aqui!

A partir deste momento, Carl recupera seu final de consciência necessária para se levantar.
É então que passa pela porta do banheiro e vê que ainda estava em um quarto de motel, uma cama redonda com espelho no teto e um letreiro luminoso em forma de coração do lado de fora da janela o fez ter essa impressão...
Na cama, ele vê um corpo deitado.
Com o relógio marcando 6:15 da manhã resolve sair já que seu relógio de ponto se inicia às 7:30.
Mas para constar na história que irá contar aos amigos, comete seu único erro e resolve ver o rosto da mulher que o acompanhou até ali...
Nota: Mulheres não têm pomo de adão.

14:50...
- Alô?
- Carlitos, tudo certo?
- Opa, Barriga! Como tá?
- Tudo certo... Cara, onde você se enfiou ontem?
- Barriga, nem te conto... (Momento de tensão) Estava ontem na balada com vocês, de repente, vi uma mulher linda! Juro, dessas modelos de revista. Cheguei pra falar com ela e já caiu na minha, fomos para o motel... Eu estava o tempo todo lúcido, pra poder me lembrar disso hoje.
- Com licença, Senhor Carl. Aqui está a almofada especial que o senhor pediu.
- O que foi isso Carlitos? Almofadinha especial? É daquelas que parece uma boia?
- Não foi nada, caí da escada quando estava saindo do motel... Mas como eu disse, que gostosa!

Carl se saiu como "el comedor" perante seus amigos e nunca mais disse uma palavra sobre o incidente...




Pois bem, vou-me rapidamente após o post-relâmpago de intervalo.
Termino com uma frase de titio Morrisey:
"I was looking for a job and then I found a job.
And heaven knows how Miserable I'm now". (/ironia)
Sou Robinho Bravo:
Até o próximo e emocionante episódio!




Bem Desocupado Soundtracks: Now Playing - Soul On Ice - Danko Jones.

16 comentários:

  1. muito bom cara tu é d+++!!!


    O melhor blog do meu .... Bairro
    http://blogdocharque.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Pô menino, parabéns pelo trampo...
    O post, como sempre tá bem legal...
    Até.

    ResponderExcluir
  3. Claro que ele nunca vai contar do pomo de adão que a "mulher" tinha. Sempre mudam a história para ficarem como "los comedores".
    skapokspoaks.' mto bom post ^^.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pela contratação

    Seu blog é realmente muito bom, bem escrito.

    sucesso.

    ResponderExcluir
  5. Que bom que continua a escrever, mesmo estando mais "ocupado"... bom post, abraços!

    F.

    ResponderExcluir
  6. muito boa! -rs. Indicarei!

    http://analisefc.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Muito bom o Poste!

    http://source-of-thought.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. O final da história está no meu Blog já!

    Abraços!

    http://francorebel.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Excelente!Nos presenteie sempre com os seus posts.

    ResponderExcluir
  10. Posts etílicos à parte, vc esta cada vez melhor!
    Espero apenas não ser acometida novamente da amnésia alcoólica que insiste em me perseguir (não sei porque, rsrsrs...)e lembrar do que li... Brincadeirinha...Bjuxxx

    ResponderExcluir
  11. Hahhahaa
    Binho... adorei uhsauhsahuuhas
    mew, não sabia deste seu DOM

    Beijão

    ResponderExcluir

Rabisque uma opinião.